O que é o zumbido?

Existem muitos termos científicos definindo o que realmente é o zumbido, mas resumidamente falando e em termos que você possa entender o zumbido é um som que não é causado no ambiente em que você encontra, ou seja, o zumbido que você escuta está sendo gerado dentro do seu ouvido.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
zumbido no ouvido o que pode ser

Existem muitos termos científicos definindo o que realmente é o zumbido, mas resumidamente falando e em termos que você possa entender o zumbido é um som que não é causado no ambiente em que você encontra, ou seja, o zumbido que você escuta está sendo gerado dentro do seu ouvido.

Dizem que existem muitos tipos de som que o zumbido causa dentro do ouvido como chiados, cachoeira, apito, bipes constantes, de escapes e por aí vai.

Ainda há dificuldade de saber a causa exata do zumbido. A maioria das causas pode vir de uma lesão no cérebro, não que possa causar danos sérios a sua saúde, mas é uma lesão que chega a causar este zumbido no ouvido. Excesso de cera, infecções e até mesmo fatores que não fazem parte do conjunto do sistema auditivo podem causar o zumbido, disfunção cardiovascular, desvios de coluna, diabetes, disfunção na mandíbula, consumo excessivo de álcool, cafeína e tabaco são algumas delas.

Anatomia de um ouvido
Anatomia de um ouvido

Com o dia a dia e os hábitos das grandes cidades estamos expostos a grande influência da poluição sonora, buzinas de carro, marteladas, gritos e música alta. Estes são os maiores vilões do seu ouvido e que ajudam no surgimento do zumbido.

No Brasil existem mais de 28 milhões de pessoas que sofrem de zumbido. Não são dados exatamente específicos e reais, mas a maioria da população mundial já teve algum tipo de zumbido temporário ou constante no decorrer de suas vidas. Os idosos estão mais expostos ao surgimento do zumbido devido a idade e em muitos casos levando-o até a perda de audição, e por isso a maior incidência do zumbido na terceira idade.

Algumas pessoas não se incomodam com o barulho causado pelo zumbido e conseguem viver normalmente com isso por muitos anos. A desinformação de que não existe tratamento ou cura para o zumbido leva esses indivíduos a não procurar ajuda profissional. Mas há aqueles que não conseguem viver com este incomodo, e em muitos casos o zumbido chega a gerar depressão e ansiedade, e inversamente esses distúrbios psicológicos podem levar ao surgimento do zumbido também. Além dos problemas causados estas pessoas têm que enfrentar dificuldades no relacionamento e a não compreensão dos seus familiares.

Tratamento do zumbido

O tratamento do zumbido muitas vezes tem que ser personalizado, cada caso é um caso e cada pessoa precisa ser tratado unicamente. Identificar a causa do zumbido é um desafio, as vezes é recomendado a cortar doces, álcool, nicotina e cafeína. Muitos são indicados a ter uma vida mais saudável com exercícios físicos e mentais, dietas equilibradas e a não exposição a música alta ou ambientes de muito barulho.

Outros tratamentos consistem em medicação ou remédios que podem auxiliar na melhoria do zumbido, mascaramentos e acupuntura são itens buscados para a melhoria do distúrbio. Nos anos 1990 foi desenvolvida uma terapia de habituação chamada de TRT (Tinnitus Retraining Therapy) que consiste no treinamento de habituação a conviver com o som no objetivo de fazer com que não mais perceba o som do zumbido. É estar treinando o seu cérebro para que ignore o som do zumbido e neutralizá-lo dentro do seu cérebro.

Para se livrar do zumbido tente seguir as seguintes instruções:

  • Evite ambientes de muito barulho, som alto e principalmente use o volume moderadamente na utilização de um fone de ouvido.
  • Utilize um protetor auditivo
  • Mantenha baixa a sua pressão arterial
  • Diminua o sal
  •  Evite o uso da aspirina
  • Evite ingerir cafeína, excesso de doces e tabaco
  • Faça exercícios físicos, mantenha um hábito de exercitar
  • – Tenha um canal anti-stress, faça algo que te dê prazer e esquecer dos problemas do dia a dia
  • Certifique-se de descansar o suficiente e ter uma boa noite de sono

O acompanhamento médico é super importante no auxilio e melhoria do zumbido no ouvido, não deixe de procurar um profissional como um otorrinolaringologista ou um fonoaudiólogo que possa te dar maiores informações e melhores tratamentos possíveis na resolução do seu problema.

Rolar para o topo